Comissão Científica

Rui Henrique
Presidente

Saber mais
Rui Manuel Ferreira Henrique nasceu em 1968 no Porto. Concluiu a Licenciatura em Medicina no ICBAS-UP em 1992, sendo-lhe atribuídos durante o seu percurso 4 prémios académicos (Prof. Abel Salazar, Hospital Geral de Santo António, Dr. João de Melo e Eng. António de Almeida). Realizou o Internato Geral no Hospital Geral de Sto. António e iniciou, em 1995, o Internato de Especialidade de Anatomia Patológica no Instituto Português de Oncologia do Porto (IPO Porto). Dirige, desde 2006, o Serviço de Anatomia Patológica e, desde 2011, o departamento de Ensino e Formação (EPOP) do IPO Porto. Em 2006, doutorou-se em Ciências Médicas, com uma tese realizada em colaboração com a Universidade Johns Hopkins e galardoada com os prémios “Jacinto Magalhães - 2006” e “Bluepharma – Universidade de Coimbra - 2006”. Em 2011, obteve o título académico de Agregado em Patologia e Genética Molecular, pelo ICBAS-UP. Desenvolve atividade de investigação científica no âmbito do Grupo de Epigenética e Biologia do Cancro do Centro de Investigação do IPO Porto, a qual está centrada na descoberta de biomarcadores epigenéticos em neoplasias urológicas e na compreensão do papel das alterações epigenéticas na carcinogénese prostática, vesical e renal. Participou em mais de 180 publicações científicas internacionais, desde capítulos de livros, a artigos de revisão e artigos originais.

Carla Teixeira
Medicina

Saber mais
Licenciou-se em Medicina em 1992 no ICBAS, tendo realizado uma Pós-Graduação em Climatologia e Hidrologia em 1993 na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Em 1999 obteve o grau de Assistente de Anestesiologia da Carreira Médica Hospitalar e em 2003 a Competência de Emergência Médica da Ordem dos Médicos. Subespecializou-se em Medicina Intensiva em 2007. Concluiu o seu Doutoramento em Bioética em 2013 no Instituto de Bioética da Universidade Católica Portuguesa. A Professora Carla Teixeira é assistente Hospitalar Graduada de Anestesiologia e Intensivista na Unidade de Cuidados Intensivos Polivalentes e Departamento de Anestesia e Cuidados Intensivos do Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP). Atualmente, é membro da Comissão de Ética para a Saúde do CHUP, membro do Grupo de Analgesia, Sedação e Delirium da SPCI/SPA e Co-Coordenadora do Curso de Analgesia, Sedação e Delirium no doente crítico. Está ligada ao Mestrado Integrado em Medicina desde 2013, como Professora Auxiliar Convidada, tendo colaborado na Unidade Curricular de Bioética e, mais recentemente, é responsável pela Unidade Curricular de Introdução à Medicina I. Foi também Assistente Convidada do Programa Doutoramento em Bioética no Instituto de Bioética da Universidade Católica do Porto, de 2014 a 2017. A Professora Carla Teixeira conta com várias publicações em livros e revistas internacionais. Colabora regularmente com a revista Intensive Care Medicine, contribuindo com Article Reviews. É revisora convidada de várias revistas científicas, como Journal of Medical Ethics, Palliative Medicine ou Revista Portuguesa de Anestesiologia.

Artur Águas
Medicina

Saber mais
Artur Perez Águas licenciou-se na Faculdade de Medicina de Lisboa em 1978. Ingressou no ICBAS como assistente estagiário em 1987 no departamento de Anatomia dirigido pelo Prof. Doutor Nuno Grande. Defendeu o seu doutoramento em membranas biológicas no ICBAS, assim como a sua agregação. É Professor Catedrático em exclusividade no ICBAS desde 1999. Foi presidente da Sociedade Portuguesa de Imunologia e da Sociedade Anatómica Portuguesa. Tem sido regente de várias disciplinas de Anatomia, participando também no ensino prático das mesmas cadeiras. Foi presidente da Assembleia de Representantes e do Conselho Científico do ICBAS e vice-presidente do Conselho Diretivo. É atualmente diretor do departamento de Anatomia e do programa de doutoramento em Ciências Médicas do ICBAS. Foi eleito membro do Conselho Geral da Universidade do Porto para o mandato de 2013 a 2017. Tem dirigido projetos em várias áreas, nomeadamente referentes a indução experimental de autoimunidade, a infecções por micobactérias, anatomofisiologia pleuropulmonar e patologia causado pelo mercúrio. Em 1977 recebeu o Prémio Pfizer para jovens investigadores. Foi Fogarty Fellow no National Institute of Health dos EUA (Bethesda), desde 1981 até 1986, onde realizou investigação sobre a estrutura e dinâmica de membranas biológicas. Foi investigador voluntário do IBMC entre 1987 e 2001. Em 2005, a sua carreira científica foi distinguida com o Prémio Excelência pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. O Professor Artur Águas é autor de mais de uma centena de artigos científicos publicados internacionalmente, tendo também orientado mais de uma dezena de alunos de doutoramento.

Carolina Lemos
Medicina

Saber mais
Carolina Lemos licenciou-se em Biologia em 2002 pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Terminou o seu doutoramento em 2009, na UnIGENe, IBMC e Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS). O seu projecto de doutoramento centrou-se no estudo genético e epidemiológico da enxaqueca, uma doença complexa. A sua principal área de interesse é a epidemiologia de doenças genéticas complexas e mendelianas, dedicando-se atualmente à pesquisa da Polineuropatia Amiloidótica Familiar (PAF). Juntamente com um grupo de estudantes de doutoramento e mestrado, Carolina Lemos tem estudado os modificadores genéticos da PAF, assim como os mecanismos de antecipação da idade de início num grande grupo de famílias portuguesas, tendo obtido resultados promissores já publicados. É Professora Auxiliar Convidada do ICBAS, lecionando Genética e Estatística a alunos de Medicina, Bioquímica, Ciências do Meio Aquático e mestrados em Epidemiologia e Saúde Pública.

Alexandra Müller
Medicina Veterinária

Saber mais
Concluiu a licenciatura em Medicina Veterinária pela UTAD em 1993 e doutorou-se a em Medicina Veterinária na Universidade de Hannover (doutorado alemão), em 1995. Cinco anos depois, obteve seu M.Sc. em Medicina Veterinária Tropical na Universidade de Edimburgo. Desde 2003, é professora assistente de Doenças Infecciosas e Microbiologia Veterinária no Departamento de Clínicas Veterinárias do ICBAS. Doutorou-se em Ciências Veterinárias (doutorado europeu) no ICBAS em 2011 e, em 2017, recebeu o seu M.Sc. em Epidemiologia Veterinária e Saúde Pública no Royal Veterinary College of London. Atualmente é residente do Colégio Europeu de Saúde Pública Veterinária, subespecializada em Medicina Populacional. Os seus interesses científicos principais consistem em virologia, zoonoses e epidemiologia veterinária. Alexandra Müller é uma investigadora experiente, tendo participado de vários projetos internacionais. 


Ricardo Marcos
Medicina Veterinária

Saber mais
Professor auxiliar de Histologia e Embriologia Animal no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS). Médico veterinário de formação com doutoramento em ciências veterinárias no ICBAS, concluiu também o mestrado integrado em medicina. Divide o tempo entre a citologia veterinária, hematologia e a morfologia quantitativa, tendo particular interesse no estudo do fígado. Conta com mais de 40 artigos em revistas internacionais e é co-autor de um livro de citologia veterinária.

Nuno Azevedo
Bioengenharia

Saber mais
O Professor Nuno Azevedo obteve o seu mestrado em Engenharia Biológica em 2001 na Universidade do Minho, Portugal. Doutorou-se em Tecnologia Química e Microbiana em 2005 na mesma instituição. Depois de ter terminado o trabalho de Investigador Pós-Doutorado na UMinho e na Universidade de Southampton, no Reino Unido, durante 4 anos, obteve um lugar como Docente de Investigação na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) em 2009. É também investigador no Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE) e foi co-fundador da Biomode S.A, uma empresa envolvida em kits de diagnóstico rápido baseados na tecnologia PNA FISH para detecção microbiana em amostras de alimentos e clínicas. Atualmente, lidera o projeto DelNAM, financiado pela UE, um projeto que visa desenvolver uma nova abordagem terapêutica para resolver a resistência bacteriana aos antibióticos, através da entrega de imitações de ácido nucleico antibacteriano em biofilmes bacterianos e células dentro do corpo humano. Também participa como líder de equipa em outros projetos europeus e é o investigador principal ou co-principal de vários outros projetos nacionais nessas mesmas áreas. Durante sua carreira de pesquisa é autor ou co-autor de mais de 80 artigos, apresentou 7 patentes e recebeu vários prémios.

Catarina Maia
Bioengenharia

Saber mais
Catarina Maia é a responsável pelo serviço de apoio ao licenciamento do INESC TEC, coordenando todos as questões relacionadas com a propriedade intelectual do instituto. É professora convidada na Porto Business School, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Faculdade de Ciências da Universidade do Porto em unidades curriculares relacionadas com inovação e empreendedorismo na área da tecnologia. Antes de trabalhar no INESC TEC, montou e foi diretora geral do A2B, um fundo de investimento dedicado a empreendedorismo na área da tecnologia. Integrou também comités executivos e não executivos de várias start-ups. A sua experiência profissional inclui start-ups de software, grandes empresas de distribuição multinacional e organizações internacionais de investigação. Catarina completou um mestrado em gestão com um foco em empreendedorismo na área da tecnologia, um MBA em gestão e um mestrado em microbiologia. É também profissional de transferência de tecnologia certificada.

Inês Gonçalves
Bioengenharia

Saber mais
Licenciou-se em Microbiologia pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa em 2003. Doutorou-se em Engenharia Biomédica na FEUP em 2009. A sua tese baseou-se em biomateriais para contacto sanguíneo e redução da formação de trombos em dispositivos cardiovasculares. Entre 2010 e 2013 realizou o Pós-Doutoramento no INEB e no IPATIMUP, focando o seu trabalho em biomateriais na prevenção do cancro gástrico, desenvolvendo microesferas mucoadesivas glicosiladas para eliminar a infecção gástrica causada pelo Helicobacter pylori. Em 2013, foi contratada como pesquisadora pelo INEB, desenvolvendo uma nova área de pesquisa utilizando biomateriais biocompatíveis e antimicrobianos grafeno-calcinados para diferentes aplicações biomédicas. Inês Gonçalves é também Professora Auxiliar Convidada na FEUP e no ICBAS, envolvida no Mestrado Integrado em BioEngenharia e no Mestrado em Engenharia Biomédica. O seu trabalho foi reconhecido com prémios nacionais e internacionais, incluindo Medal of Honor L'Oreal para mulheres na ciência 2013.

Luís Mira Vieira
Bioquímica

Saber mais
Luís Mira Vieira é professor no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS). É membro da Comissão Científica da licenciatura de Bioquímica da Universidade do Porto (UP) desde 2009. Atualmente, também é coordenador de Mobilidade nas áreas de Bioquímica e Bioengenharia do ICBAS e mantém uma relação muito próxima com os seus alunos. Formou-se em Ciências Farmacêuticas na FFUP, no ramo de Farmácia Industrial, em Química Orgânica e Tecnológica, tendo mais tarde terminado o Doutoramento em Ciências Biomédicas. Trabalhou desde sempre em Química de Produtos Naturais e, até hoje, desenvolveu a sua investigação acerca de produtos naturais das plantas no departamento de Química do ICBAS-UP. É um prazer poder contar com o apoio do Professor Luís Vieira na Comissão Científica.

Paula Silva
Bioquímica

Saber mais
Professora Auxiliar do Laboratório de Histologia e Embriologia, Departamento de Microscopia no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto (UPorto). Atividade docente atual: Histologia e Embriologia (Humana e Comparada), Modelos Animais de Doença e Comunicação Científica. Docente responsável do curso de formação contínua “Comunicar ciência - Ciências da vida e da saúde” (6 ECTS) e da unidade de formação contínua “Modelos Animais de Doença Humana” (6 ECTS). Obteve o seu doutoramento em Ciências Biomédicas pela UPorto. Apresenta no seu CV 18 artigos originais publicados em revistas indexadas no Science Citation Index (SCI), um capítulo de livro, participação em alguns projetos I&DT e numerosos trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais. Atualmente, o seu tema de investigação é o estudo do consumo moderado de vinho em doenças crónicas, particularmente, em doenças neurodegenerativas. É a editora do blog Science & Wine (http://science-and-wine.com/).

Rosário Almeida
Bioquímica

Saber mais
Rosário Almeida licenciou-se em Bioquímica na Faculdade de Ciências (FCUP) e Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto em 1986. Ingressou na carreira académica como assistente estagiária, tendo apresentado provas de aptidão pedagógica e capacidade científica em 1991. Continuou o seu percurso profissional no ICBAS onde desenvolveu um projeto de doutoramento em ciências biomédicas que concluiu em 1995 com a tese «Caracterização genética e bioquímica de variantes moleculares de transtirretina». Continuou a carreira académica no ICBAS, sendo atualmente Professora Associada de Bioquímica no Departamento de Biologia Molecular. Tem tido um envolvimento particular no curso de Licenciatura em Bioquímica, nomeadamente como membro da comissão científica do curso durante vários anos e como diretora de curso. Tem participado também no Mestrado em Bioquímica e noutros cursos de pós-graduação. Tem desenvolvido trabalho de investigação no grupo de Neurobiologia Molecular do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) e mais recentemente também Instituto de Investigaçâo e Inovação em Saúde (i3S) da UP. O principal objetivo de investigação é contribuir para o conhecimento dos mecanismos moleculares e patofisiologia das amiloidoses de transtirretina e de modeladores biológicos e farmacológicos destes processos. Tem participado em vários projetos de investigação como colaboradora e como investigadora principal. Tem orientado vários projetos de estágio de licenciatura em Bioquímica, mestrados e projetos de doutoramento. Publicou mais de 50 artigos em revistas de investigação científica internacionais.

Paulo Vaz-Pires
Ciências do Meio Aquático

Saber mais
O Professor Paulo Vaz-Pires licenciou-se em Ciências Aquáticas no ICBAS-UP em 1986. Entre 1986 e 1990, trabalhou num projeto no ICBAS para estudar peixes migratórios dos rios do Alto Minho (Noroeste de Portugal). Entre 1986 e 1997 trabalhou na Formação Profissional no Setor Pesqueiro, como professor do Centro Forpescas (atual For-Mar), principalmente em Tecnologia Pesqueira e Processamento de Frutos do Mar. Em 1990 iniciou o trabalho de investigação na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, após uma pós-graduação em Ciência e Engenharia Alimentar, que terminou com a apresentação de uma tese de doutoramento, em 1996, sobre métodos de melhoramento da capacidade de conservação do pescado. Seguiu-se um ano de trabalho pós-doutoramento na mesma área (1996-1997),. É professor auxiliar convidado no ICBAS desde 1997, principalmente nas áreas de Tecnologia do Pescado, e Tecnologia e Qualidade Alimentar dos cursos de Ciências do Ambiente Aquático e Medicina Veterinária. Em 1999, começou a carreira como professor auxiliar e, em 2006, continua a carreira como professor associado. O Professor Paulo Vaz-Pires é membro efetivo do Centro Interdisciplinar de Pesquisa Marinha e Ambiental (CIIMAR) desde 1998. As suas áreas de atuação principais são: tecnologia, qualidade e segurança do pescado, gestão de resíduos do seu processamento e bem-estar animal em aquacultura.

Alexandre Lobo da Cunha
Ciências do Meio Aquático

Saber mais
Concluiu a licenciatura em Biologia pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa em 1982. O Professor Alexandre Lobo da Cunha doutorou-se em Ciências Biomédicas no campo da Biologia Celular no ICBAS-UP. Desde 2009 é professor catedrático de Biologia Aquática no ICBAS, no departamento de Microscopia. No ICBAS, ocupa o cargo de Vice-Presidente do Conselho Científico desde outubro de 2014, é Diretor de Licenciatura em Ciências Aquáticas (2010) e Diretor do Programa de Doutorado em Ciências Aquáticas - Ecologia e Biologia (2017), sendo também responsável pelo Serviço de Microscopia Eletrónica. Ele é o atual diretor do Laboratório de Biologia Celular do ICBAS, tendo sido o Diretor do Departamento de Microscopia entre 2010 e 2015. Nos últimos anos tem se dedicado principalmente ao estudo histológico, ultraestrutural e bioquímico de gastrópodes, colaborando também em estudos ultraestruturais de bactérias aquáticas. Integra uma equipa de investigadores do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e foi Presidente da Sociedade Portuguesa de Microscopia (SPMicros) em 2016-2017. Como resultado da atividade científica desenvolvida no ICBAS, é autor de 74 publicações em revistas internacionais e realizou numerosas apresentações em reuniões científicas em Portugal e no exterior.